quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Iemanjá


É considerada o princípio de tudo no universo. Reina sobre todas as águas do mar e suas areias. Está associada ao elemento feminino, à lua, às marés. Representa a sensibilidade e a emoção. Conhecida como Sereia do Mar e Mãe D’água tem por todo o Brasil e pelo mundo milhões de adeptos que pedem por sua proteção. Protetora de todos aqueles que trabalham no mar e dele tiram seu sustento. É também a Deusa do Equilíbrio, da Ordem e da Maternidade. De temperamento agitado, Yemanjá é igual às ondas do mar: às vezes é violenta, às vezes é tranqüila e doce como a brisa do amanhecer. Suas cores são o azul ou o verde claro e o branco. Seus filhos usam guias de contas de cor branca e azul, faixa azul clara na cintura.
Suas oferendas são melancia, pétala de rosa branca, mel, velas brancas, azuis e rosas, canjica, champanhe, calda de ameixa ou de pêssego, manjar, arroz-doce e melão, que habitualmente são colocados nas praias.
Seus banhos são de proteção pessoal e para os negócios. No sincretismo religioso Yemanjá representa Nossa Senhora da Glória e Nossa Senhora dos Navegantes,

Relaciona-se com o chacra frontal. Suas vibrações ocorrem na energia mental. Água de Yemanjá para lavagem de cabeça (amaci): água de fonte com pétalas de rosas brancas e alfazema maceradas e curtidas por sete dias. Dia da semana: sábado. O Orixá que contrapõe é OMULU. É homenageada em 02 de fevereiro.



Sincretismo Nossa Senhora dos Navegantes.
Ervas para banho de descarrego: Alfazema, rosa branca, manjericão, erva de Santa Maria, Anis estrelado, camomila, margarida, manjerona, pata de vaca, lágrimas de N. senhora, trevo, chapéu de couro.
Amalá para Iemanjá: 7 velas azul claras, água mineral, canjica branca, flores brancas.
Frutas: Uvas brancas, pera, melão, maça verde.
Local de entrega: Conga do terreiro, beira da praia ou beira do rio.