quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Omulu


É o Orixá que rege a morte, ou seja, o desencarne. O instante da passagem do plano material para o plano espiritual. É o guardião divino dos espíritos caídos perante as leis que dão sustentação a todas as manifestações da vida. Vida que é apenas um estágio no qual devemos adquirir compreensão para evoluir. Omulu guarda para OLORUM todos os espíritos que fraquejaram durante sua jornada carnal.
Com a morte, muda apenas a vibração, pois o plano de vida passa a ser o espiritual. Omulu é o fiel depositário do nosso corpo, quando o espírito se desprende dele. É o Orixá da terra (essência telúrica), que nos guarda até que sejamos chamados pelo nosso Senhor, OLORUM. De seu ponto de forças nos campos santos (cemitérios), coordena todas as almas após o desencarne, de acordo com a Lei Maior, mantendo-as no cemitério ou encaminhando-as ao Umbral, onde também é o regente. Ele é o Orixá que tem o recurso de paralisar todo processo criativo ou gerativo que se desvirtuar, degenerar, desequilibrar, emocionar, ou negativar. Sejam nos atos desvirtuados das ideias, doutrinas, projetos, desejos, faculdades sexuais, princípios, leis, etc.
Podemos orar a Omulu para a cura de enfermidades. Ele atuará no nosso magnetismo, no nosso corpo energético, no nosso campo vibratório e no nosso corpo carnal. Curando-nos ou possibilitando o encaminhamento a um médico que fará isso.
As velas para invocar a proteção de Omulu devem ser acesas na disposição de um triângulo (com a base invertida) de forças ativas, sempre respeitando as cores em seus pontos cardeais vibracionais. Vamos dar dois exemplos. Guitas de contas preta, branca e roxa (oeste, leste, sul), para a vibração da fé; dourada, vermelha, roxa (oeste, leste, sul) para a vibração da justiça com faixa na cintura preta.
O Orixá que contrapõe é YEMANJÁ.

A água de Omulu para lavagem de cabeça (amaci): água de fonte com pétalas de crisântemo brancas maceradas e curtidas por sete dias.



Sincretismo São Roque.
Ervas para banho de descarrego: Alfazema, rosa branca, manjericão, erva de Santa Maria, Anis estrelado, camomila, margarida, manjerona, pata de vaca, lágrimas de N. senhora, trevo, chapéu de couro.
Amalá para Omulu: 7 velas roxas, água mineral, pipoca estourada no azeite de dendê servida em cesto de palha, flores brancas.
Frutas: Banana da terra, abacaxi, caju, abacate.
Local de entrega: Conga do terreiro, cruzeiro das almas calunga pequena.