sexta-feira, 12 de julho de 2019

O médium, preparado ou não para nova fase?

O médium, preparado ou não para nova fase?
Antes de iniciar esse tema quero contar uma história que acontece em muitos terreiro.
Um certo dia um médium que já participa da corrente mediúnica começa a questionar que já faz mais de um ano e nada das entidades firmarem, ou que a vida não anda para frente ou que está recebendo menos atenção do que se recebia antes quando entrou no terreiro. Ele vê irmãos, que entraram depois já recebendo suas entidades, ou não se sente bem em ver outras pessoas recebendo mais atenção que ele, e começa o conflito, e julgar seu Pai/Mãe de santo, por fim sai da corrente porque acha que em outro terreiro ele alcançara o que procura, receber as entidades e melhorar de vida, muitas vezes ofende seu zelador e é ingrato e esquece dos momentos e dificuldades que foi ajudado e protegido, das vezes que recebeu um abraço e uma palavra positiva do seu zelador ou das entidades de seu zelador.
Agora voltando ao contexto, a falha dos médiuns é natural desde sempre dentro da espiritualidade e principalmente dentro da Umbanda, muitos acham que merecem mais do que recebem dentro do terreiro, acham que merecem mais atenção, mais cuidado, mais zelo, mais tudo e começam a serem os donos da razão, invejam seu irmão que se destacou na corrente, julgando seus irmãos e até mesmo seu Pai/Mãe de santo. A espiritualidade é fantástica, se encarrega de levar as dificuldades para aqueles que tem seu pensamento menos evoluído que só pensa em si e não no próximo para que eles aprendam a elevar suas energias para alcançar o merecimento divino.
Ajudar sem olhar a quem, ajudar mesmo que o dia tenha sido só de problemas, ajudar mesmo que a nossa própria vida esteja desmoronando. A espiritualidade reconhece o merecimentos daqueles que reconhecem as suas próprias falhas e tentam melhorar. Você é assim?
O desenvolvimento dentro de um terreiro de Umbanda não é a incorporação, mas a transformação e reforma intima de nós mesmos, a incorporação e consequência. Você já parou pra pensar se você melhorou e desenvolveu sua reforma intima nesses meses de Umbanda? Você se tornou melhor ou pior? Você julga ou acolhe? Ou por todo custo procurou maneiras de alcançar a incorporação sem pensar que feriu outra pessoa por isso? Ou que tirou o mérito de alguém por pura inveja? Você fez por merecer nesse tempo? Você já pediu perdão para aqueles que você ofendeu?
Esse ano o magnetismo dos menos evoluídos dos falhos vão se juntar para aprenderem com suas falhas e os mais evoluídos se juntaram para irem mais além, elevar a consciência. Exatamente nesse mês concluiremos de receber a energia da nova era aonde nosso plano ganhara força e estamos no limite aonde ainda temos tempo de reconhecer nossas falhar e nossos defeitos para assim receber a elevação espiritual. Ninguém é perfeito e não procuramos perfeição, mas devemos aprender a sermos humildes e baixar a cabeça e reconhecer nossas falhas e corrigi-las. Sejamos merecedores porque a era de reforma intima forçadas dos menos merecedores chegou e você. E você é merecedor das coisas boas da nova era?
Att Rafael Miranda de Almeida Dirigente do Terreiro de Umbanda Caboclos da Lei.